Oxford Languages and Google

O dicionário de português da Google é proporcionado pela Oxford Languages.

 

A Oxford Languages é a maior editora mundial de dicionários, com uma experiência superior a 150 anos na concepção e realização de dicionários de referência em mais de 50 línguas.

Este dicionário de língua portuguesa destina-se a oferecer principalmente uma cobertura abrangente do português do Brasil. O dicionário contém mais de 146.000 vocábulos com definições, além de exemplos, expressões idiomáticas, etimologias e pronúncias para enriquecer a experiência e compreensão do usuário.
A Oxford Languages adota uma abordagem empírica na criação de dicionários, de modo a proporcionar um retrato mais preciso da língua.

Nossos dicionários baseiam-se na análise de usos autênticos de palavras coligidas a partir de fontes documentais naturais, de forma a determinar a definição, grafia e funcionamento gramatical de uma palavra e, com base nessa pesquisa, proporcionar indicações de como ela é usada.

Esta abordagem empírica na compilação de dicionários é conhecida como lexicografia descritiva. Nossos dicionários têm como objetivo descrever como as pessoas ao redor do mundo usam e têm usado as línguas, ao invés de prescrever como uma língua deve ser utilizada. 

Todos os dicionários produzidos ou adquiridos pela nossa equipe de especialistas passam por um processo de controle de qualidade rigoroso, para que nossos utilizadores tenham confiança em nossa capacidade de retratar cada língua com precisão e sentido.
Um dicionário descritivo tem como papel registrar a existência e o significado das palavras de uma língua e identificar devidamente suas conotações. 

As palavras vulgares ou ofensivas estão nos nossos dicionários porque também fazem parte do léxico de uma língua. Nossos verbetes contêm etiquetas que refletem o emprego vulgar ou ofensivo de tais palavras.

Acompanhamos a evolução da linguagem ofensiva através dos tempos e integramos as mudanças verificadas, de maneira a retratar uma língua tal como ela é usada. As alterações que fazemos fundamentam-se em observações empíricas coletadas e analisadas pela nossa equipe de pesquisa linguística.  

Ficamos sempre gratos quando nossos utilizadores nos informam de casos que parecem não estar de acordo com nossos rigorosos padrões de qualidade, seja porque as sensibilidades culturais vão se alterando, seja por outras razões.  
Para documentar de maneira precisa e completa todas as palavras que fazem parte do léxico de uma língua, nossos dicionários registram e descrevem todos os tipos de utilização da língua, incluindo gíria e dialetos regionais. 

A gíria e o vocabulário específico de certas regiões e dialetos são etiquetados de forma a permitir que os utilizadores verifiquem que tipo de palavras são e em que contextos típicos se utilizam.
Os exemplos de frases ajudam as pessoas a entenderem os contextos em que as palavras são normalmente usadas. Os exemplos não substituem as definições, mas fornecem informações complementares.  

Nossos exemplos são selecionados para fornecer mais contexto gramatical e semântico a uma palavra, sem desviar a atenção da informação essencial contida na definição.

Fazemos o possível para excluir exemplos com incorreções factuais, preconceituosos ou ofensivos, e estamos sempre abertos a receber comentários sobre casos específicos que não cumpram nossos rigorosos padrões de qualidade. 

Veja como a Oxford Languages dá resposta ao feedback dos utilizadores ⟶

 

Para reportar algo sobre algum verbete específico, preencha o formulário abaixo.

English

 

Google’s Portuguese dictionary is provided by Oxford Languages.

 

Oxford Languages is the world’s leading dictionary publisher, with over 150 years of experience creating and delivering authoritative dictionaries globally in more than 50 languages.

This Portuguese dictionary focuses principally on comprehensive coverage of Brazilian Portuguese. It contains more than 146,000 defined terms, plus examples, idioms, etymologies, and pronunciations to enrich users’ experience and understanding.
At Oxford Languages, we are committed to an evidence-based approach to creating dictionaries in order to provide the most accurate picture of a language.

Our dictionaries are based on analysis of genuine uses of words collected from real-life sources to determine a word’s definition, spelling, and grammatical behaviour, and to offer guidance on a word’s use based on this research.

This evidence-based approach to creating a dictionary is known as descriptive lexicography. Our dictionaries aim to describe the way languages are and have been used by people around the world, rather than attempting to prescribe the way a language should be used. 

We apply stringent quality checks to all dictionaries produced or acquired by our expert team so our users can feel confident in our ability to accurately and meaningfully represent each language.
The role of a descriptive dictionary is to record the existence and meaning of all words in a language, and to clearly identify their status. Vulgar or offensive words are included in our dictionaries because such terms are a part of a language’s lexicon. Our dictionary entries label words that fit into these categories to reflect their vulgar or offensive status and usage in the language.

We monitor how offensive language changes over time and integrate the changes we observe into our dictionaries to reflect real-life usage. Any changes that are made to our dictionaries are based on empirical evidence collected and analysed through our language research programme.

We are always grateful when users inform us of cases they believe do not meet our rigorous quality standards, whether due to changing cultural sensitivities or for other reasons.
In order to accurately and comprehensively document all words in a language’s lexicon, our dictionaries record and describe language usage in all of its forms – including slang and regional dialects.

Slang terms and vocabulary from different regions and dialects are labelled in our dictionary entries so that users can be confident in a word’s language status and typical usage.
Example sentences are designed to help people to understand words in the context in which they are commonly used. These sentences do not replace our definitions but give additional information.

Our example sentences are selected to support a word in the correct grammatical and semantic context without distracting from the essential information the definition conveys.

We do our best to eliminate example sentences that contain factually incorrect, prejudiced, or offensive statements and always welcome feedback on specific cases you feel do not meet our rigorous quality standards.

Find out how Oxford Languages is responding to user feedback ⟶

 

If you would like to get in touch about a specific dictionary entry, please complete the form below.